Boris Kossoy 2009 [bx]

Boris Kossoy, fotógrafo, teórico e historiador da fotografia é também arquiteto de formação pela Universidade Mackenzie, mestre e doutor pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo, livre-docente e professor titular da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. É professor do programa de pós-graduação da mesma instituição e coordenador do Núcleo de Estudos Interdisciplinares de Imagem e Memória – NEIIM/USP. Sua diversificada obra se desenvolveu segundo amplas vertentes: profissional, acadêmica, institucional e artística. Em cada uma delas sua atuação tem deixado marcas e seguidores. Em 1965 fundou o Estúdio Ampliart prestando serviços para editoras, empresas comerciais e de comunicação, estúdio etc., paralelamente a uma carreira autoral que então se iniciava influenciada pelo realismo fantástico. Obras de sua autoria integram as coleções permanentes do Museum of Modern Art (NY), Metropolitan Museum of Art (NY), George Eastman House (Rochester, NY), Bibliothèque Nationale de France (Paris), Centro de la Imagen (México DF), Museu de Arte Moderna (SP), Pinacoteca do Estado (SP) entre outras instituições. Sua trajetória inclui a direção de duas instituições culturais centradas nas áreas da imagem, memória e documentação: Museu da Imagem e do Som de São Paulo e Divisão de Pesquisas do Centro Cultural São Paulo (IDART). Além dessas atividades é curador, ensaísta e autor de Viagem pelo fantástico, Hercule Florence, a descoberta isolada da fotografia no Brasil (obra que mereceu edições em espanhol e alemão); Dicionário histórico-fotográfico brasileiro; Boris Kossoy, fotógrafo, Um olhar sobre o Brasil (coord.); Fotografia e história; Realidades e ficções na trama fotográfica; Os tempos da fotografia; Lo efímero y lo perpetuo en la imagen fotográfica, entre outras obras. Em 1984 recebeu a condecoração Chevalier de l’ Ordre des Arts et des Lettres do Ministério da Cultura e da Comunicação da França, pelo conjunto de sua obra. Em 2013 foi agraciado pela instituição Porto Seguro com o Prêmio Brasil de Fotografia Especial pelo conjunto de sua obra e importante reflexão sobre a fotografia. Em 2015 Kossoy completa 50 anos de uma carreira dedicada à fotografia.